Redcross

A implementação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) vai dominar a agenda dos encontros que a delegação timorense, liderada pelo primeiro-ministro, mantém a partir da próxima semana nos Estados Unidos. Díli, 16 set (Lusa) - A delegação liderada por Rui Maria de Araújo, que vai participar ainda na Assembleia Geral das Nações Unidas, tem previsto vários encontros bilaterais com chefes de Estado e de Governo e a participação em vários debates. Segundo informou hoje o Governo, a delegação que parte no sábado de Timor-Leste é ainda integrada pelo ministro dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, Hernâni Coelho, ministro do Petróleo e Recursos Minerais, Alfredo Pires, e pelo ministro do Planeamento e Investimento Estratégico e ainda Negociador Principal para a questão das fronteiras marítima, Kay Rala Xanana Gusmão. "A Assembleia Geral, que reúne Chefes de Estado e de Governo de todo o mundo, e os numerosos encontros e eventos que ocorrem nesta altura, apresentam uma oportunidade única para promover os interesses nacionais de Timor-Leste e de interagir com outros dirigentes, pensadores e decisores mundiais", explica o executivo timorense. Rui Araújo deverá discursar, previsivelmente na manhã de sábado 24 de setembro, na Assembleia Geral que dedicará aos ODS os debates centrais. Nos EUA, o primeiro-ministro e a sua delegação deslocam-se ainda em trabalho a Nova Iorque, Washington, Rhode Island, Massachusetts e Indianápolis. Reuniões bilaterais com outros chefes de Estado, eventos oficiais paralelos, discursos em universidades, rondas de encontros com grupos como a Asia Society e o Atlantic Council, e a participação em painéis de debate "irão contribuir para a visibilidade de Timor-Leste e o reforço das relações internacionais", refere o Governo. ASP // JPS Lusa/Fim